keyboard_arrow_down Rolar rodapé

Município / Economia

Economia

Segundo dados da Secretaria Estadual da Fazenda referentes a 2011 (que determinam o retorno de impostos em 2013), o Valor Adicionado do  município chegou a mais de R$ 92 milhões (R$ 92.166.155,68, para ser mais exato). Valor Adicionado é o somatório de toda a riqueza produzida pela economia local.

 

Agricultura
Desse bolo, R$ 64 milhões (quase 70%) foram gerados pela agricultura, que é de longe o carro-chefe da economia local. A agricultura harmoniense envolve hoje em torno de 750 famílias, em 627 propriedades rurais. As principais atividades são a citricultura, produção de ovos, criação de aves e suínos no sistema integrado, criação de peixes, reflorestamento com acácia e eucalipto, produção de milho, criação de gado confinado e de bacia leiteira. Entre seus principais produtos Harmonia produz em média 900 mil caixas frutas cítricas por ano, em 1.064 hectares de pomares. Na pecuária, são cerca de 2 milhões de aves por lote (a cada 45 dias) e 35 mil suínos a cada lote de quatro meses.

 

Indústria, Comércio e Serviços
Além disso, mesmo a indústria local também sofre influência direta da agricultura. É que dos R$ 23 milhões do bolo do setor, pelo menos 80% são gerados pela Cooperativa dos Suinocultores do Caí Superior Ltda (Ouro do Sul), que tem abate de suínos, bovinos e fábrica de embutidos. Harmonia tem ainda outras pequenas empresas que beneficiam produtos agrícolas, mas os outros destaques da indústria local são a reciclagem de plásticos e a fabricação de ferramentas, brinquedos e outros produtos. Já o setor de comércio e serviços responde atualmente por 5% da riqueza harmoniense, com destaque para materiais de construção, móveis e eletrodomésticos e confecções.