keyboard_arrow_down Rolar rodapé

Notícias / 01 de agosto de 2020 às 19:28

Município recebe matrículas dos terrenos do Residencial Morro Azul

Com isso, escrituras da área puderam ser lavradas em nome do Município e famílias podem retirar cópia do documento de seus lotes junto à Prefeitura

Prefeitura investiu mais de R$ 145 mil em junho, na instalação da rede de alta e baixa tensão na área
Prefeitura investiu mais de R$ 145 mil em junho, na instalação da rede de alta e baixa tensão na área

A Prefeitura de Harmonia obteve nesta semana o registro das matrículas dos terrenos do loteamento Residencial Morro Azul, situado na parte norte da cidade. Com isso, quem adquiriu lotes na área pode ir à Prefeitura para retirar, já na próxima semana, uma cópia da escritura de seu terreno. ‘Quem fez o pagamento à vista, deve receber em cerca de duas semanas a Certidão de Quitação do débito. Com isso, poderá se dirigir ao Tabelionato para fazer a transferência do imóvel e ter uma nova escritura em seu nome’, explica o secretário Municipal de Administração, Trânsito e Serviços Comunitários, Antônio Kunzler.

 

Já para quem buscou financiamento junto à Caixa Federal para pagar o terreno e já construir sua casa, o banco deverá repassar à prefeitura o dinheiro referente ao lote.  Nesse caso, a nova escritura sairá em nome do mutuário, mas com o imóvel alienado ao banco até a quitação do financiamento imobiliário (como é em qualquer financiamento desse tipo).  ‘Quem parcelou o terreno diretamente com a Prefeitura também poderá retirar uma cópia da escritura do lote, mas a posse definitiva só será dada depois da quitação’, completa Kunzler.

 

REDE DE LUZ

Enquanto isso, a Prefeitura investiu em junho mais R$ 145.165,86 na área, para instalação da rede elétrica de média e baixa tensão no loteamento. O projeto incluiu a colocação e dois transformadores e do sistema de iluminação pública. O sistema aguarda agora a distribuidora RGE fazer a ligação à sua rede de distribuição de energia. O Município também já fez a instalação do sistema de drenagem pluvial junto às ruas do loteamento.

 

Os próximos passos serão a instalação dos meios-fios e o calçamento das vias. Obras que ocorrem com o investimento direto das próprias prestações pagas pelos moradores e das quitações de lotes - por quem pagou à vista ou via Caixa Federal para os lotes financiados junto ao banco. Ao todo, 55 famílias adquiriram terrenos na área, em dois editais dirigidos a pessoas de baixa renda.

 

O loteamento foi construído em uma área de seis hectares adquirida pela Prefeitura na parte norte da cidade. A área foi dividida em 86 terrenos, com 253 metros quadrados cada, colocados a preços bem abaixo do mercado em concorrência pública para famílias de baixa renda. Já foram realizadas duas fases de aquisição e lotes para famílias do Município. A ideia é realizar ainda novos processos até destinar todos os lotes da área. As regras para aquisição dos terrenos consideram critérios como renda familiar e tempo de residência no Município, entre outros.

Deixe seu comentário sobre essa notícia

Últimas notícias

+ Notícias