keyboard_arrow_down Rolar rodapé

Notícias / Educação / 24 de novembro de 2021 às 18:58

Harmonia adere ao programa ‘Aprende Brasil’

Harmonia adere ao programa ‘Aprende Brasil’
Harmonia adere ao programa ‘Aprende Brasil’

A partir de 2022, a rede municipal de ensino de Harmonia contará com um novo programa educacional: o ‘Aprende Brasil’, criado pelo Grupo de Ensino Positivo. A plataforma consiste em um sistema de ensino completo, que oferece um conjunto de soluções para a rede de ensino pública, com livro didático integrado, assessoria pedagógica, Aprende Brasil On e os sistemas hábile e simeB.

 

O programa foi desenvolvido para potencializar a qualidade do ensino nas escolas. Segundo o secretário municipal de Educação, Fabiano de Campos Silva, na plataforma, os conteúdos de um ano dão continuidade aos do período anterior, garantindo uma aprendizagem progressiva, articulada e interdisciplinar. ‘Por meio dessa plataforma, a assessoria pedagógica complementa a capacitação dos professores e da equipe técnica da rede de ensino, ministrando cursos de metodologia’, enfatiza Fabiano.

 

O secretário revela que um dos motivos que levou o Município a adquirir a ferramenta é a busca por melhora nos índices educacionais, especialmente o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). ‘Fico feliz pelos nossos alunos e profissionais, que passarão a contar com a melhor qualidade do ensino fundamental do país, o que irá contribuir ainda mais com a qualidade do ensino das nossas crianças’, salienta Fabiano, que lembra ainda que somente as escolas municipais contarão com a ferramenta.

 

Quem também faz menção ao material adquirido é o prefeito Ernani Forneck. Para ele, trata-se de um importante avanço para a qualificação de estudantes e professores. ‘Tudo que é relacionado à educação é tratado como prioridade na nossa gestão. Ficamos felizes por oferecer o melhor para eles’, ressalta Ernani.

 

Fabiano ainda cita o projeto Educação no ICMS, apresentado recentemente pelo governo estadual, e que visa que 17% dos repasses do ICMS sejam encaminhados aos municípios com base na educação. ‘Com essa proposta, o Estado está alterando os critérios de repartição do imposto com os municípios, permitindo que indicadores ligados ao desempenho em educação sejam incorporados ao cálculo de divisão do ICMS no Estado. Por isso, para não perder estes recursos, precisamos aumentar o número de matrículas na nossa rede municipal para o ano que vem’, completa.

Deixe seu comentário sobre essa notícia

Últimas notícias

+ Notícias